terça-feira, 6 de maio de 2008

STELLA MACHADO

PERENIDADE

Toma-me nas mãos e verás que sou areia
então por mais que depois as esfregues
de mim um pouco em ti há de sempre restar
Toma-me nos braços e verás que sou água
que sempre deixa puro o que tocou
Se pensas que sou nada tu te enganas
pois de água com areia se inventaram argamassas
se construíram templos
Sou mulher — apenas isso —
deixo na História o meu traço
ajudo a fazer a humanidade

_ e a erigir monumentos

2 comentários:

trichegege disse...

Que lindo Stella! Que Grandeza humilde.

solange disse...

A-DO-REI!!!!!
Essa é nossa Stella!!
Bjs.
Solange Cristiny