domingo, 31 de agosto de 2008

BELLE DES JEUXS

ME ENVOLVA, PERCORRA
ME APRONTA UMA ZORRA

A ROUPA ME ARRANQUE
O CABELO, FAÇA PUNK
ME APERTA E ME ARRANHA
MOLHA DE CHAMPANHA
ME MORDE O BRINCO
(JÁ PASSA DAS CINCO)

ME CONTA E ME CANTA
DO PRAZER QUE TE ENCANTA
ME INVADE, LOUCA, ABSOLUTA
PRONTA PRA PRA LUTA

ME ENFRENTA COM CORAGEM
E AÍ, DEPOIS DE TUDO,
ME FAZ UMA MASSAGEM.

Um comentário:

Tânia Diniz disse...

Me lembra a "belle de jour",paixão que vivi,tive que abdicar,e partir pra viver namoricos fugazes...
Lindo poema...! Acho que vou tentar botar música nele...
Beijos
Miguel