quinta-feira, 15 de julho de 2010

Gente!!!!

Passando por uns sites, meio sem querer, olhem o que descobri!!!!

Shvoong Home
>Livros>Romances E Novelas>Revisão de Rituais

Rituais

Revisão do Livro

por:Aniger 
Autor : Tânia Diniz

Visitas : 128

Palavras:300



Temas Relacionados

guia - estória - escrever - pergunta - ebook - ficção

Um primor de originalidade e bom humor, nesta coletânea de eróticos mini-contos – alguns têm três linhas – a autora brinca com as palavras criando uma nova realidade com a literalidade de suas interpretações. Delicadas e ternas, estas preciosas histórias acrescentarão um toque de alegria ao cotidiano do leitor. Parte integrante da Coleção Almanach de Minas. Um livro para leitores inteligentes, com sensibilidade para adivinhar o não-escrito. Nestas curtas narrativas, as palavras ganham sentido novo pelo modo como são encaixadas de forma criativa em frases que se confundem, se enovelam e se desdobram em múltiplos e ambíguos significados. A sensualidade feminina está presente em delicadas histórias de amor. Do lavrador que semeia estrelas no corpo da amada, da dançarina cigana transmutada em rubra flor, aos dançarinos que após um passo em falso andam pisando em ovos, até a moça de meias palavras cujas cartas o namorado lia nas entrelinhas, esbarra o leitor na alegre moça que pendura no pescoço a meia lua de outro e sai para namorar, toda iluminada e em muitos outros curiosos e fantásticos personagens.

Publicado em: julho 16, 2007

Avalie esta Revisão : 12345

Classificação : 12345


Obrigado pela avaliação.

Links importantes :


Esta revisão responde às seguintes perguntas:

Qual é o enredo do Rituais?

Quem são os personagens principais do Rituais?

Qual é o final de Rituais?

Quem escreveu Rituais?
As pessoas que leram esta Revisão também leram:
O cortiço

A MÃO E A LUVA

Leda

O mágico de nós

A Hora da Estrela

Vidas Secas

Um Certo Capitão Rodrigo

*** 
Shvoong Home>Livros>Romances E Novelas>Revisão de O mágico de nós

O mágico de nós

Revisão do Livro

por:Aniger 
Autor : Tânia Diniz

Visitas : 89

Palavras:300


Temas Relacionados

livro -guia - escrever - ler - autor - ficção

A sensualidade feminina está presente nestas delicadas histórias de amor. Livro de estréia desta autora mineira farta de talento e criatividade. Um livro para leitores inteligentes, com sensibilidade para adivinhar o não-escrito. Nestas curtas narrativas, as palavras ganham sentido novo pelo modo como são encaixadas de forma criativa em frases que se confundem, se enovelam e se desdobram em múltiplos e ambíguos significados. Como não se encantar com aquele poeta à venda no supermercado, a preço de liquidação? Com o boneco de madeira que tenta ensinar o ventríloquo a falar? Com o escultor que se transforma em estátua? Do engenheiro tatu à amante do vampiro, tudo são surpresas nestas histórias repletas de fantasia e humor. Uma leitura mais atenta nos revela a riqueza de significados ocultos nas brincadeiras que a autora faz com as palavras. Vale a pena conferir. Boa leitura!

Publicado em: julho 16, 2007

Avalie esta Revisão : 12345

Classificação : 12345

Obrigado pela avaliação.


Links importantes :
http://www.alegria.deler.nom.br/literatura/taniadiniz.htm

Esta revisão responde às seguintes perguntas:

Qual é o enredo do O mágico de nós?

Quem são os personagens principais do O mágico de nós?

Qual é o final de O mágico de nós?

Quem escreveu O mágico de nós?

As pessoas que leram esta Revisão também leram:
Língua e Literatura: espaços de interação ...

Farda, Fardão, Camisola de Dormir

Caramuru

O cortiço

Rituais

Vidas Secas

Inocência

______________

E  MAIS ISSO, DE 21 DE MARÇO DE 2010:

Servas - Serviço Voluntário de Assistência Social.


Av. Cristóvão Colombo, 683 . Funcionários . Belo Horizonte . MG . CEP 30140-140


Telefax (31) 3349-2400 . servas@servas.org.br

Notícias
Valores de Minas surpreende na inauguração do Centro Cultural da Praça da Liberdade
Renato Cobucci/Secom MG

Valores na abertura do Circuito Cultural Praça da Liberdade

21.3.2010
Milhares de pessoas se reuniram na Praça da Liberdade, neste domingo (21/03), para participar da abertura do Circuito Cultural. Desde o início da tarde, artistas de teatro e do circo, músicos e poetas, bailarinos e capoeiristas se revezaram em apresentações que ocuparam todos os espaços da praça e mobilizaram uma multidão de crianças, jovens e adultos.

O Circuito Cultural Praça da Liberdade é formado pelo Espaço TIM UFMG do Conhecimento, Museu das Minas e do Metal EBX, Memorial Minas Gerais Vale, o Centro de Arte Popular Cemig e o Centro Cultural Banco do Brasil. Ainda fazem parte do circuito, o Museu Mineiro, Arquivo Público Mineiro e a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, revitalizados nos últimos anos e já abertos à visitação pública.

O governador Aécio Neves, acompanhado do vice-governador Antonio Anastasia, e da presidente do Servas, Andrea Neves, chegou à praça e se juntou a um grupo de 270 jovens do programa Valores de Minas. Eles surpreenderam o público com um flash mob, performance previamente combinada, e cantaram e dançaram embalados pela música “O que é o que é”, de Gonzaguinha.

Ao som de antigas marchinhas de carnaval, palhaços em pernas de pau e jovens agitando objetos voadores coloridos puxaram um grande cortejo que percorreu toda a praça arrastando a multidão.

O evento terminou com um show do cantor Milton Nascimento na Alameda Travessia e vários cantores mineiros consagrados como Lô Borges, Fernanda Takai, Marina Machado, Telo Borges e Rogério Flausino.

Carta dos artistas
Um grupo de 244 escritores, músicos, artistas plásticos, dramaturgos, atores e produtores culturais assinaram uma carta, exaltando a iniciativa do Governo de Minas de transformar a Praça da Liberdade em um dos maiores centros culturais do País. Entre eles, Affonso Romano, Alceu Valença, Beto Guedes, Fernanda Takai, Fernando Brant, Gabriel Vilela, Milton Nascimento, Wagner Tiso e Ziraldo.

“Esse Circuito Cultural é um passo maravilhoso em direção à modernidade, e ao mesmo tempo, valorizando o antigo. Agora, teremos uma praça rodeada de museus originais, dedicados às coisas de Minas Gerais. Já vem muita gente para conhecer nossas cidades históricas. E agora, Belo Horizonte tem um centro cultural”, disse o músico Rogério Flausino, que também assinou a carta.

Quarteto de Flautas

Uma das primeiras atrações a se apresentar na praça foi o Quarteto de Flautas da UFMG. Marina Bruekers, integrante do quarteto, ficou surpresa com a receptividade das pessoas. “Mesmo com tantas atividades paralelas, as pessoas foram se aproximando e fizeram silêncio para nos ouvir”, disse ela.

Quem assistiu à apresentação só tinhas elogios a fazer. Foi o caso da psicóloga Rosana Diniz Mascarenhas para quem arte e cultura devem fazer parte do cotidiano.
“Estou fascinada com a sensibilidade das meninas do Quarteto”, comentou. E completou: “Estou vendo diversidade e qualidade dos nossos artistas nesta praça e fico realmente comovida em pensar que tudo isso vai fazer parte da nossa rotina com a inauguração do Circuito Cultural”.

Varal de Poesia


O Projeto Terça-Poética da Fundação Clóvis Salgado montou um varal de poesias com obras de
Carlos Drummond de Andrade, Mário Quintana, Luiz Eduardo Alves, Wilmar Silva,Tânia Diniz e outros poetas contemporâneos.
Depois de ouvir a leitura de alguns poemas, a assistente social Vera Lúcia Rodrigues disse que o Circuito Cultural vai mudar o panorama cultural de Minas Gerais.
“Todas as atividades culturais de peso se concentram no Rio e em São Paulo. Nós precisávamos de um espaço como esse. Minas está de parabéns com o Circuito Cultural”, afirmou.

Teatro de bonecos
A Praça da Liberdade também foi palco de uma exposição do Grupo Giramundo com bonecos integrantes da companhia de teatro desde os anos 70. Também apresentou a peça “Um baú de fundo fundo” num palco montado ao lado do coreto. O analista de sistema Bruno Renato Paschoal assistiu à peça ao lado do filho Giovanni e da mulher, Waleska.
“Meu filho está adorando e nós também. O que mais anima é saber que a proposta do Circuito Cultural é trazer para a praça opções para toda família, para gente de toda a idade. A iniciativa é grande presente não apenas para BH, mas para todos os mineiros”, disse ele.
Artistas mineiros encerraram a festa.
Agência Minas, acesse as notícias do Governo de Minas

FOI OU NÃOFOI, UMA DESCOBERTA LEGAL!!!!
BJINS,
TANIA