terça-feira, 13 de março de 2012

Hoje, minha homenagem e a triste notícia!

Faço minhas as palavras e emoções do amigo Rogério Salgado!
Muita luz e minhas saudades, Julinho!
tânia


Domingo, 11 de Março de 2012
A POESIA PERDE JÚLIO EMÍLIO TENTATERRA


A poesia chora: perdemos o poeta Júlio Emílio Tentaterra

Concerto para lá maior
(entre as nuvens)
Meus amigos estão todos indo embora
e eu, por enquanto
vou ficando por aqui
com aquela sensação de vazio
preenchendo-me os poros
as artérias, a alma, os versos.
Revejo catedrais que outrora
pensei um dia, edificar
entanto, o tempo escorre pelas mãos
entra pelos ralos
sem que ao menos, possa segurá-lo.
Alguns recitam versos lá
outros cantam entre nuvens
e cá, ficamos nós, desatando nós
nessa insegurança tão imperfeita.
Meus amigos estão todos indo embora
embora seja verdade, devo aceitar
aguardando que um dia
numa viagem menor
eu possa ver estrelas, constelações
e desvendar enfim, os mistérios dessa vida.

Rogério Salgado

Nenhum comentário: