terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Amados Amigos,

recebam nosso carinho, nossos votos e agradecimentos!






 Compartilhar
 Esperanças
, sonhos e desejos,
 Em sorrisos e amor.
Alegria de juntos realizar 
O Natal o ano inteiro, apesar do mundo. 
Ah se eu me chamasse Raimundo!
                                               tânia diniz



Até daqui a pouco, queridos!
bjoca,
tânia

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Queridos,

mais algumas lembranças... e um convite!



Espero todos vocês amanhã, 01 de dezembro 2015, no último evento do ano, do Noites Azuis, no Centro Cultural Contagem, do qual participarei. Vejam abaixo a matéria que saiu no dia 25.nov.15:


Prefeitura Municipal de Contagem


Noites Azuis lança o livro "Versos dOuro & Rubro"


Encontro literário chega em sua sétima edição, encerrando a temporada de 2015

Jordane Lee

Com balanço de público positivo na marca de, aproximadamente, 800 pessoas, entre julho e novembro, o encontro literário "Noites Azuis", promovido pela Fundação Cultural de Contagem (Fundac), chega a sua sétima e última edição da temporada 2015, na próxima terça-feira (1/12), com início às 19h, no auditório Casa Azul do Centro Cultural Contagem, Rua Dr. Cassiano, 120, Centro.
Para encerrar o ano, o idealizador do evento e professor da Rede Municipal de Ensino, Leonardo Costaneto, sobe ao palco mais uma vez, mas não como apresentador. Na ocasião, Costaneto lança seu primeiro livro de poemas intitulado "Versos dOuro & Rubro" pelo selo de escritores independentes "Ler Para Escrever", com prefácio da poeta Vera Macedo e comentários dos escritores, Rogério Zola Santiago e Tania Diniz. O apresentador da noite será o poeta Lecy Sousa.
"O professor Leonardo se coloca a serviço das palavras e da cultura da nossa cidade, que ganhou muito com um Projeto "Noites Azuis" que integra as artes e faz o trem apitar pelos trilhos verbais da histórica Contagem das Abóboras", preconiza Lecy Sousa.
Satisfeito com o resultado do projeto, o professor e poeta Leonardo Costaneto afirma que publica seus primeiros versos de maneira muito feliz. "Faço isso, tendo abertas para mim as cortinas que tantas vezes abri, neste ano, para aqueles que, como eu, sonham fazer de Contagem uma cidade amiga das letras". O livro, cuja primeira tiragem tem investimento do próprio autor, será vendido a R$ 20, em sessão de autógrafos logo após o bate-papo.
Com foco na diversidade cultural, o evento aproxima o público, em especial, os estudantes de diversas escolas da cidade, dos artistas locais. Além da literatura, o "Noites Azuis" levou ao palco os versos de poetas latino-americanos, lançamentos de livros, um pouco da cultura cigana, manifestações da periferia como rap, hip hop e funk, difundindo junto à população contagense a arte literária articulada a outras linguagens como música, dança, cinema e performance.
O evento com entrada gratuita, contará com a apresentação da banda "Oz Mozze", composta por estudantes da Fundação de Ensino de Contagem (Funec).

Serviço:
Noites Azuis - lançamento do livro "Versos dOuro & Rubro", de Leonardo Costaneto

Data: 1/12 (terça-feira)
Horário: 19h
Local: Centro Cultural Contagem - auditório Casa Azul (rua Dr. Cassiano, 120, Centro)


   

REPÓRTER: Diúde Campos   FOTO CRÉDITO: Jordane Lee   

PUBLICAÇÃO: 25/11/2015 19:01:38



                                                                   ***

                Enviadas pelo querido Eduardo Filizzola, as fotos do Sarau do dia 17 de novembro.
                                                                Eu, Tânia, declamando!


E toda a turma que estava lá no fim da festa.
Ao centro, Eduardo Filizzola, à direita a querida poetamiga cantora, Lívia Tucci, à esquerda, 
eu, Tânia Diniz.
E à minha esquerda, a querida amiga poeta e pintora Tânia Pagano e à nossa frente, de rosa, a querida pintora e poeta Neuza Ladeira. Um encontro maravilhoso, como sempre!


chau, amigos! bjocas.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Queridos amigos,

em setembro passado tive a grata alegria de receber alguns poemas meus, traduzidos para o

 inglês, pelo amigo poeta, Leonardo de Magalhaens, os quais reproduzo aqui pra vocês! 

Apreciem!!! Comentem!



Moons

At the new moon

 of curved brilliance

 the passion you renew

In my sky

 of growing heat

 the flame grows higher

And snake & mermaid

 I find myself coming: full moon

 And when,

 bacchante,

 even waning,

 you grip my waist

 in the quarter of each month,

at every time,

 you uncover with art

 the bloody face

 of my moon

scarlet.

                         td

Luas

Na lua nova

 de recurvo brilho

 a paixão renovas

       No meu céu

     de cio crescente

     a chama alteia

     E serpente e sereia

      me encontro vindo: lua cheia
    
 E quando,

 bacante,

 mesmo minguante,

 me prendes a cintura

 na quadratura de cada mês,

a cada vez,

 desvendas com arte

 a sanguínea face

 de minha lua

escarlate.

                                              Tânia Diniz

Penelope

I wait.

As Penelope

I weave the web

with sigh & longing

in half point.

At the moonlit nights

I intersperse

threads of passion

brights of pleasure

embroidered in song

me, all nude,

clothing your hand.

Ready the mantle

wrapped with magic

mad dreams in the bed,

the weave of the lover.

As Penelope

at the moonless night

without your steps outdoors

I undo, I unravel,

my points, your knot.

Solitude, I have no measure.

Tomorrow, I restar
                                                                 Tânia Diniz           


Penélope

Espero.

Tal Penélope

teço a teia

de suspiro e saudade

em ponto meia.

Às noites de lua

entremeio

fios de paixão

brilhos de prazer

bordados em canção

eu, toda nua,

vestindo tua mão.

Pronto o manto

envolvo de encanto

loucos sonhos na cama,

a trama de quem ama.

Tal Penélope

na noite sem lua

sem teus passos na rua

desmancho, desfaço,

meus pontos, teu laço.

A solidão, não meço.

Amanhã, recomeço.

                                              Tânia Diniz


Butterfly

A kiss 
for the whole body 
 fast
setting
 a purple butterfly
 bite
 in the
 thigh
              td

Borboleta

Um beijo

pelo corpo inteiro

 ligeiro

deixou

 uma borboleta roxa

 mordida

 na

 coxa

     Tânia Diniz
...

o meu amor é doce 
 ternura que espanta 
 pássaros da garganta.
 Mas,
chega, chega de romance 
 amor agora, só free-lance.  

My love is sweet 
a tenderness frightening 
birds from the throat. But, 
 it is enough, no more affair 
 love for now, 
 only freelance.

                                                   Tânia Diniz

Pintura

Me faço

traço

Nanquim

na tua tela

Ponto, elipse,

paralela

Me disfarço

esfera

no trapézio

do papel

Danço

losango absurdo

na horizontal

triângulo essencial

ao teu pincel

Me dissolvo

caravela

em águas

de aquarela.

               td

Picture

I do myself

trace

black ink

in your canvas

Point, ellipse,

parallel

I disguise myself

sphere

in the trapeze

of the paper

I dance

absurd lozenge

in the horizontal

essential triangle

to your brush

I dissolve myself

caravel

in waters

of watercolor.
             td


Pintura 

 


Me faço

traço

Nanquim

na tua tela

Ponto, elipse,

paralela

Me disfarço

esfera

no trapézio

do papel

Danço

losango absurdo

na horizontal

triângulo essencial

ao teu pincel

Me dissolvo

caravela

em águas

                                                 de aquarela.
                                              

                                         Tânia Diniz
...
       

Kingdoms

With the forms of apple

The surprise

of texture & color

of the pomegranate

Of the cashew,

juicy pulp

Of the nearly ripe guava,

the freshness

Then,

tasty & nude

the acute hunger

at your table,

to see, maybe,

the rising heat

of your hard meat.
                             td


          Reinos

Ter formas de maçã

A surpresa

de textura e cor

da romã

Do caju,

sumarenta carnadura

Da goiaba de vez,

o frescor

Então,

apetitosa e nua

a fome acesa

em tua mesa,

ver, talvez,

o emergente calor

da tua carne dura.

                                              Tânia Diniz

    Tradução livre by Leonardo de Magalhaens   

chau!!! bjocas

terça-feira, 24 de novembro de 2015

QUERIDOS!!!

CURTINDO MAIS ALGUMAS LEMBRANÇAS...
   
Dia 17 de novembro, no palco do Sarau do Filizzola, último do ano, eu, Tânia, e uns poeminhas...






                 O encontro com os queridos cantores Tom Nascimento e Carlos Timaury



                                o amigo Fernando Schiavinato... (esses clicks são dele).


                                  e toda a turma de artistas que estava lá no final da festa...



No 15o. Encontro AbRACE , 2013,  a querida poetamiga, maravilhosa cantora, Lívia Tucci e eu, Tânia (não cantora, só cara-de-pau), apresentando meus poemas musicados por ela.



                           No mesmo encontro, os maravilhosos poetas equatorianos
                               Humberto Varela, eu - Tânia - e Simón Zavala .


                     Aqui, dia desses, no show de lançamento do cd do amigo Eduardo Fillizola, as poetas  
                     Norma de Souza Lopes (BH), Maria Balé (SP) e eu, Tânia. No Teatro do Bradesco.

Semana passada, eu, Tânia Diniz, me divertindo na gravação do Tropofonia, com os poetas Wilmar Silva de Andrade e Francesco Nápoli.
Em breve irá ao ar na Rádio Educativa da UFMG. Avisarei o dia. (clicks da amiga Tânia Pagano)





Francesco Nápoli, Wilmar e eu.

Em tempos mais distantes, em BH, nós poetas, Bilá Bernardes, Clevane Lopes (atrás), Leila Míccolis, na frente, e eu, Tânia.


Um evento de poetas, acho que em 2013, eu, Tânia, com Luiz Otávio Oliani e Rubens Jardim (RJ).



Em outro momento poético mais antigo também, Cristina Borges, eu, Tânia, Laia Ferrari e Sebástian Moreno - os poetamigos argentinos.


Foto recente, eu, Tânia, com o amigo cantor e compositor venezuelano, Carlos Timaury.


Em 2007, em uma apresentação da revista Mininas no Palácio das Artes:  as poetas Mônica de Aquino, Flausina Márcia da Silva, Dagmar Braga, Bruna Piantino, Milena de Almeida - diretora da revista - e eu, Tânia Diniz.


Em julho deste ano 2015, na AFEMIL, Academia Feminina Mineira de Letras, eu, Tânia, com o amigo Rogério Santiago Zola.


Semana passada na apresentação do poetamigo Luiz Edmundo, no Terças Poéticas, um encontro feliz :
Cláudio Márcio, eu, Tânia, Luiz Edmundo e Clevane Lopes .


e lá mesmo, Clevane Lopes, Wilmar Silva de Andrade e eu, Tânia


Em 1988, meu retrato feito pelo querido pintor Chanina, que recentemente virou estrela!

Brenda Marques, Rogério Salgado, Artur Gomes e sentados, eu, Tânia e Ricardo Evangelista.Talvez em 2008, em um Belô Poético ..

Artur Gomes (RJ), eu, Tânia, Carlos Gurgel (RN), Brenda Marques (BH) e outra amiga de quem não consigo me lembrar do nome no momento, Fátima, talvez? Perdoem-me.


No lançamento de seu 1o. romance dia desses aqui em BH, Fernando Fiorese, eu, Tânia e sentado, Fabrício Marques.


 Também neste 2015, a querida e super poeta, Cely Vilhena e eu, Tânia.


Eu, Tânia, não sei mais onde nem quando, rsrsrsrs. Imagino 2013...14...rs


                                                            Um trabalho de 2010...                  

   Boa semana, amigos. Chau...  

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Olá queridos!!!!
Passei novo período mais conturbado mas agora consegui postar e tenho algumas novidades.


No dia 29 de outubro/15, Dia do Livro, fui convidada a participar das comemorações na Escola de Moda, do Senai-Senac, no Plug Minas.

 Ministrei uma Oficina de Haicai à tarde e à noite, mediei a apresentação de filmes, curtas, sobre nossa relação com os livros.

Foi um encontro maravilhoso, com alunos interessados no assunto, e com a simpatia de toda a equipe que tão bem me recebeu:

Comigo estão algumas das amigas de lá, da esquerda para a direita, a bibliotecária Ana Carolina Reis, a diretora Juliana Ribas Sathler e a professora Júlia Bello.


alguns momentos do evento, eu e os alunos:





e vista da exposição  ME na Biblioteca


Agora,
algumas fotos do delicioso evento Sementes de Poesia da poetamiga Regina Mello e Mulheres Emergentes (clicks da amiga Tânia Pagano) :









 quando receber outras, postarei...

Aqui, vislumbre do ME em exposição no restaurante Arábico, em Macacos, MG.



Exposição ME no 29o. Psiu Poético, outubro, 2015, em Montes Claros - MG

                                                 com a poetamiga Patrícia Giseli




 o querido amigo poeta, criador do evento, Aroldo Pereira e eu, Tânia, em Psiu anterior, onde tbm havia expo ME, de poemas meus, e participei de Mesas...há alguns anos...



Bem, por hoje é só, volto em breve.
Bjokas,
tânia