segunda-feira, 17 de agosto de 2015

AMENIDADES ME - Mulheres Emergentes -  Parte 2
ainda nos primeiros anos...


O pacote Mulher EmBalada , em papel vergé e " amarrinho" de cetim, conforme o amigo Olavo Romano, continha três séries de cinco poemas cada...um grande sucesso da editora ME em 1992.
O B maiúsculo assim na palavra remetia à tentativa de obter patrocínio de uma fábrica de balas, o que não aconteceu, afinal.


O poema , que está na parte de trás , apresentava o trabalho:

Abriu a embalagem:
surgiu uma mulher 
de fala sintética
fibras de vidro 
nervos de aço.
Magnética imagem 
perfeita estética.
Plastificada e 
poética! 
                            tânia diniz 

No mesmo ano, a griffe ME lançou três modelos de camisetas, em cores variadas, com poemas de Tânia Diniz e ilustrações dos queridos artistas plásticos Chanina e Jussara Rocha ( já virados estrelas) ... vendidas em BH, São Paulo e  Rio de Janeiro, um sucesso! Olhem que linda, a etiqueta!!!! (são as únicas fotos que tenho).


 

Aqui, uma visão do Regulamento do I Concurso de Poesia e Ilustração Mulheres Emergentes 1992/94:


e aqui, o CERTIFICADO recebido por todos os vencedores do I Concurso. Muito chic, em papel artesanal:


Notícia do ME após o Concurso, de um exemplar onde se publicou vários participantes não-vencedores, em página cultural e Praga, na República Tcheca, onde até houve uma Menção Honrosa...

                                


Uma matéria sobre o ME e outras publicações na revista Isto É Minas...olha só, eu ainda usava máquina de escrever, rsrsrs... bons tempos!!!...





Alguns outros momentos, resgatados,  de divulgação do ME...

na Itália -
em Curitiba - PR

 em Belo Horizonte - MG


A Saga ME  -  Mulheres Emergentes  -    Parte   3 . 1

ANO 5     No. 17     Dez. Jan. Fev. 1994             1.000 exemplares  






                                  Tânia Diniz - ME -25 anos.

Nas espirais ou nas retas angulosas do  Tempo,entre o Verbo, transita a poética sensual  de Tânia Diniz. Mas com sua história de vida dedicada à poesia, é também contista. Seus mini-contos   atestam o mesmo  poder de síntese .Palavras exatas. Nada sobra, nada escorre pelo ladrão.
A poderosa mulher das Letras , tem um traço de timidez, vencido num passo a passo de bolero. A voz era uma gota de orvalho caindo de folha sobre pedra rolada. Hoje, já se solta em performances.
Tem uma misteriosa  cortina no belíssimo olhar. E só a abre se deseja. Difícil revelar-se por inteiro. Vinte e cinco anos depois de trabalhar com o jornal Mural ME, vai onde quer , faz o que é preciso.
Carrega pela cidade os  exemplares, enrolados quais canudos de formatura. Cada número confere aos participantes, esse atestado de Poiesis.
 Às vezes dobrados em quatro. Tem uma ternura materna ao dar-lhes colo. Cada número confere aos participantes, esse atestado de haver participado dessa Poiesis, por ela categorizada:”O sensual em cartaz”. E que o autor não gostaria de assim ser classificado   - ou seu poema ?
Bodas de prata com um trabalho que desafia o tempo, poucos apoios, quase artesanal, sazonal, depende de alguns fatores todos soprepujados por ela. Guerreira em tom maior. Muito conhecida, no Brasil e fora dele, gosta quando repassamos exemplares...Eu , por exemplo, sempre os distribuo ou penduro em qualquer parede por onde ande, mando-os via Correios, posto em meus blogs, mostro aqui e ali...Em 2010, levei-os na bagagem e os distribuí no I EELP (I Encontro de Escritores de Língua Portuguesa). Dali, de Natal-RN, seguiram para terras africanas, Portugal, ficaram na capital potiguar.
Como editora,  é responsável por belas edições. Da sua verve, os títulos são magia pura, versos em si mesmos. Em 2007, organizou a antologia ME 18, onde estou, com várias poetas de várias partes do Brasil. Logo depois, veio a Meninos ME , para matar a sede de poetas do sexo masculino de serem por ela editados.
Então, faço um depoimento de coruja e borboleta, de leoa e beija flor: essa mulher chamada  Tania, tem na cabeça androceu e gineceu. Tudo transformado em Poesia.
Vida longa a ela e a “Mulheres Emergentes”...Em cartaz, o sensual! !

Clevane Pessoa de Araújo Lopes  

BH- MG jornalista, psicóloga, poeta , art. plástica




Editorial - Tânia Diniz e Rita Lee
Ilustração - cartaz em exposição na Biblioteca Murilo Mendes, em Juiz de Fora - MG, sem maiores dados além do título : Você tem fome de quê? - Ação Cidadania Contra a Miséria e Pela Vida -


V - Teu corpo...  - Davi Mourão-Ferreira - Portugal 
Poema -  Januário de Almeida - Luanda - Angola 
Teu bailado em mim... Tânia Diniz - BH- MG 
Amor Perfeito - Cheila Stumpf - Sta Cruz do Sul - RS 
Bate girl  - Eugênia Cunha -Rio de Janeiro - RJ
Tulipa grená - Marlene Andrade Martins - BH - MG 
Espelho - Cyntia Colares - Gov. Valadares - MG 
Besame mucho - conto - Duílio Gomes - BH-MG 
Aquietei-me... Diva Cunha - Natal - RN 
Teu corpo seja brasa ... - Alice Ruiz - Curitiba - PR 
Evoé língua!!! Edival Perrini - Curitiba - PR 
Poema I - Sonia Rincon Baldessarine - RJ - RJ 
Flor de maçã - Marta Gonçalves - Juiz de Fora - MG 
Amor a mim - Ilma Fontes - Aracaju - SE 
(Identidade em noites de coroação ) - Messody Benoliel - RJ -RJ 
Esposa idosa ... Sonia Mori - SP - SP

              Editorial
 

 O ano passado passou tão apressado
eu sei que foi um corre-corre- corre danado
O ano inteiro eu passei sem dinheiro 
eu sei que foi um tal de segurar 
essa peteca no ar...
no próximo ano vai vir 
aquela dose de cicuta 
que eu vou ter que engolir
como se fosse um suco de fruta 
como se fosse eu a grande maluca...
corre corre corre uh uh uh 
corre corre corre ah ah ah  ...

 (Corre-corre / gravadora EMI)
Rita Lee - SP- SP  cantora e compositora 

REALmente!!!
                                  a editora