terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Planner poético, resumindo o sucesso do evento!!!!

13  Fevereiro 2018   Terça de Carnaval  
 
Com inúmeras presenças significativas (como os amigos - jornalistas e escritores- que há muito eu não via,Carlos Herculano e Carlos Barroso), o lançamento do Planner poético 2018, em início de Carnaval, foi mais que uma festa! Uma grande alegria,  deliciosos reencontros, novos amigos...


Ana Carol Diniz Hassui , minha filha,e o planner, durante o lançamento...




Parte do convite virtual

Meus poemas, no mês de maio


Matéria do jornal O Tempo, sobre o lançamento, 08.02.18

Parte da divulgação virtual

Com quase todas as poetas presentes, alguns clicks:

Eu, Tânia Diniz, Adriane Garcia, Adri Aleixo, Bruna Kalil, Laura Cohen, Elisa  Caetano


Marcela Dantés, Norma de Sousa Lopes, Ana Elisa Ribeiro, Adri Aleixo e eu, Tânia Diniz

Elza Silveira e Wallison Gontijo, os editores gráficos, e eu ao fundo...





 Tânia Diniz, AnaCarol Diniz Hassui, Livia Tucci e o ME, claro. 






  • BELO HORIZONTE
    10 FEVEREIRO     10H47
  • 20°MIN 31°MAX

IMPRESSO

Planner poético reúne textos de escritoras de BH

Lançamento será nesta quinta-feira (8) às 19h no Guaja

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
h
O produto traz também ilustrações feitas por Tatiana Perdigão
PUBLICADO EM 08/02/18 - 03h00

Uma seleção de poemas de autoras belo-horizontinas ou radicadas na capital mineira foi organizada pelas escritoras Ana Elisa Ribeiro e Marcela Dantés para basear a criação de um planner poético, que será lançado nesta quinta-feira (8) no Guaja. Participam do projeto 15 mulheres. São elas: Adri Aleixo, Adriane Garcia, Amanda Bueno, Ana Martins Marques, Bruna Kalil Othero, Dagmar Braga, Flávia Péret, Laura Cohen, Maria Esther Maciel, Mônica de Aquino, Norma de Souza Lopes, Simone Teodoro, Tânia Diniz, Thaís Guimarãens e Val Prochnow.

De acordo com Marcela, a ideia surgiu a partir de um desabafo de Ana Elisa no Facebook, no fim do ano passado, em que ela relatava a dificuldade de encontrar um planner bonito e com preço em conta. Isso serviu como um pontapé inicial para impulsionar a criação de um produto. “Quando a Ana postou a mensagem, eu comentei que o meu sonho também era achar algo assim, e, depois disso, nos propusemos a fazer. Ela marcou a Impressões de Minas, que se interessou pelo projeto. Como somos escritoras, pensamos em chamar outras autoras que admiramos e, juntas, fizemos a curadoria dos textos. Então, foi tudo meio de supetão mesmo, porque não encontrávamos um material desse para uso próprio”, relata Marcela.

Ana Elisa explica que o formato é útil para planejar as atividades, visualizando todos os dias do mês. “Ele é maior que um calendário, o que permite que você escreva, e menor que uma agenda, facilitando o transporte”, pontua. Ela observa que o planner não é muito comum no Brasil, mas adquiriu o hábito de usá-lo há anos. “Eu comecei a comprar isso quando fazia alguma viagem para o exterior, mas o chato é sempre ter que adaptar o planner, porque os nomes dos dias da semana, por exemplo, vinham em alemão, e os feriados também seguiam o calendário deles”, diz Ana Elisa.

Processo. Em razão do tempo exíguo para a produção do trabalho, que tem ilustrações de Tatiana Perdigão e projeto gráfico da Elza Silveira, não foi exigido das autoras o envio de textos inéditos. “A gente apenas pediu que elas encaminhassem um escrito que tivesse a ver com Belo Horizonte”, pontua Marcela. O recorte temático foi inspirado pelos 120 anos da cidade, celebrados em 2017. “O mais interessante é que cada poema tem uma visão única de BH. Alguns trazem uma referência direta a lugares, como o edifício Maletta, no título; outros, não, mas é possível perceber em todos a homenagem à cidade”, completa ela.

Ana Elisa conta que, desde a divulgação do lançamento, surgiram encomendas de várias regiões do país, e as pessoas frisaram a vantagem de saber mais da poesia mineira por meio do projeto. “Algumas pessoas disseram que só conheciam três dos 15 nomes que nós convidamos. Então, essa também é uma forma de elas terem contato com a poesia em um produto que vão carregar consigo durante todo o ano”, afirma a escritora, que já vem pensando no modelo de 2019.

“O ideal é que o planner seja lançado em dezembro. O nosso vai sair agora porque a ideia chegou um pouco tarde, mas estamos mais espertas. Desta vez, fizemos esse com mulheres, mas poderemos fazer outras edições diferentes, inclusive com gêneros além da poesia”, declara Ana Elisa.

AGENDA

O quê. Laçamento do planner poético (ed. Impressões de Minas, R$ 25, 30 págs.)

Quando. Nesta quinta-feira (8), às 19h

Onde. Guaja (av. Afonso Pena, 2.881, centro)

Quanto. Entrada gratuita



Bjim, chau,
tânia

Um comentário:

Norma de Souza Lopes disse...

Querida que posto lindo. Obrigada <3