quarta-feira, 25 de abril de 2018

25  Abril  2018   Quarta  


Muito queridos amigos,


adoro o outono, minha estação de nascimento (sou de maio) e por aqui, o friozinho já se instala.

Assim, me preparo para um encontro bem feliz amanhã, o meu Sarau, no Asa de Papel, 

aconchegante espaço para a poesia e arte, na rua Piauí 631, Santa Efigênia, a partir de 19 hs, até ali pelas 21hs...

Pretendo contar as origens do Mulheres Emergentes e falar / ler poemas e continhos meus...e mais uma surpresinha... vale a pena ir, aliás, conto com todos vocês que estão em BH.


E para dar o tom, vou deixar uns poeminhas, haicais, aqui que não estarão lá:



na floresta escura
o profundo silêncio traz
seu estranho eco 

​sombras de inverno -
árvores nuas​ desmaiam 
lá na escuridão.

no lago revoa
a tanajura em travessura 
e a tarde ressoa

preciosa e rara
a felicidade quando se evapora
deixa no peito ardume
e na pele, um resto de perfume


fulgurante! Mas,
habita os vãos de sua vida.
não amada, só amante.

tânia diniz
                           (ME ano 26 NO. 89, tela de Soniá Stransky - francesa radicada em Campo Grande - MS)

Até amanhã,queridos.
chau,
t.