sexta-feira, 3 de abril de 2020

Com imensa tristeza, comunicamos o falecimento hoje, 3 de abril de 2020,  de Tânia Diniz, idealizadora há 30 anos do mural poético Mulheres Emergentes e que tem um pouco de sua história contada aqui neste blog.

Tânia, querida pelos 5 continentes por sua delicadeza e textos incríveis, foi também esposa, mãe, miss, manequim, professora de português, francês, espanhol e italiano.

Deixa um legado de arte e poesia e nossa gratidão por termos tido a oportunidade de sua convivência.

Com amor,
Daniel, Carolina e Mariana


5 comentários:

Tide Mendes disse...

Tristeza profunda! Brilhe sempre, estejas onde estiver...

Emmanuel Almeida disse...

A mensagem foi deixada na presença e nos seus escritos. Admirada e amada. Assim seja.

Seu Lula do Arruado disse...

Que prossiga na Luz!

Irislene Castelo Branco Morato disse...

Meus sentimentos a toda família, a saudade será muita e compartilhada aquece a alma!

Irislene Castelo Branco Morato disse...

Meus sentimentos a toda família, a saudade será muita e compartilhada aquece a alma! 💖💕💞🙏🙏🌹🌷